Doña Javiera brinda à Aristóteles

Posted in Sem categoria on 02/08/2015 by André Muricy

IMG_3259

Todo mundo sabe que os gregos antigos faziam seus banquetes regados a muito vinho, ingrediente sem o qual eu duvido que eles teriam conseguido estabelecer os caminhos do pensamento filosófico que usamos até hoje.

Platão (aquele que amava o que não tinha) falava que o vinho rejuvenesce os velhos, cura os enfermos e enriquece os pobres (Isso de ficar rico após algumas taças acho que todo mundo concorda, né?). Por sua vez, Aristóteles sentia prazer pelo que já tinha. A isso ele chamou de alegria, ou seja, a passagem para um estado mais potente do próprio ser. É a alegria que nos impulsiona a tomar as mais variadas atitudes e nos leva aos lugares mais inesperados.

Neste contexto, apresentamos o simpático e animado Doña Javiera. Levemente cítrico e jovem, esse vinho chileno é perfeito para acompanhar bruschettas, carnes brancas e comidas leves. Com 13,5% de álcool e ao custo médio de R$ 60,00, ele é feito com a uva Sauvignon Blanc, produzida no Vale Maipo, área de maravilhoso terroir (relação entre solo e clima de uma região que interfere na personalidade da uva plantada). Ao bebê-lo, certamente a alegria de que fala Aristoteles vai se apossar do seu ser e fazer você se sentir mais potente. Um brinde a ele. Porém, cautela. Não fique rico demais para não acordar pobre no outro dia.

Em Maceió, eu o encontrei no sensacional Restaurante Alphazema, novo na cidade. Vale a pena conhecer.

P.S.: antes que alguém reclame da crase no título, ela existe porque refiro-me “à moda de” Aristoteles. Ou seja, é um brinde à alegria. Portanto, vamos beber.

Toro Loco Crianza é menos encorpado do que parece (que bom!)

Posted in Espanhóis with tags , , , , , on 18/06/2015 by André Muricy

 O Toro Loco conquistou a América por ter um ótimo custo benefício. Sua fama correu o mundo das redes sociais rapidamente quando ficou em segundo lugar num importante teste cego na Inglaterra em 2013. Aqui no Brasil sua versão mais simples chegou por R$ 25,00 e foi um sucesso. Agora provamos o bonito Toro Loco Crianza (para quem não entende espanhol como eu, o termo significa criação em português). Exclusividade da wine.com.br, esse é um vinho mais trabalhado e custa R$ 34,00. No início, o intenso cheiro dos barris de carvalho aparece, mas logo vai embora (tem quem goste de vinhos amadeirados, mas eu acho desagradável). Esse espanhol é feito com uvas Tempranillo mais uma pitada 10% de Cabernet Sauvignon, o que faz com ele apresente uma personalidade atraente e 12,5% de teor alcóolico. Ideal para ser repartido em momentos mais especiais, como aqueles em que a gente abre uma pizza de caixa, numa quinta-feira, ao som do velho Bob. A beleza em pequenos detalhes. Sensacional.

Tinto Materia sublima a ideia de bem-estar

Posted in Portugueses with tags , , on 21/11/2014 by André Muricy

Materia

Com um rótulo que impressiona de longe pelo bom gosto, o Materia é um tinto português cheio de personalidade. A delicada mistura das uvas Aragonez, Alicante Bouschet e Syrah o torna extremamente saboroso, maduro e elegante. O sabor da madeira dos barris onde foi envelhecido aparece com intensidade, mas os taninos são equilibrados. Ao custo de R$ 65,00 com o teor alcoólico de 14%, esse alentejano combina com carnes suculentas e massas temperadas. É um grande vinho para ocasiões mais que especiais.

 

Quinta de Vale Veados é equilíbrio em cada gota

Posted in Portugueses with tags , , , on 02/11/2014 by André Muricy

Vale de Veados

Outro excelente vinho tinto português é o Quinta de Vale Veados Reserva 2011. Produzido na região do Tejo, utiliza as uvas Tinta Roriz e Trincadeira de um jeito que proporciona ao paladar sensações únicas e gera 14% de álcool. Equilibrado, macio e com boa estrutura, é ótimo para presentear ou simplesmente beber com a turma, pois o preço é de R$ 80,00. Combina com massas especiais, carnes vermelhas e queijos fortes. Ao encontrá-lo, não hesite e aproveite.

Terrassus rende os melhores elogios d’além mar

Posted in Portugueses with tags , , , , , , , on 02/11/2014 by André Muricy

Terrassus

O português Terrassus apresenta toda a pureza da região do Douro, um dos lugares mais incríveis do mundo para produção de vinhos. Feito com as uvas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz, é um tinto leve, elegante, delicioso e fino. Bom nas noites frias, é um vinho feito com carinho e combina bem com bifes e arroz branco, salada de folhas verdes com tomates cereja. O teor de 13,5% não é saliente e enche a boca com o bom sabor das terras lusitanas. Custa em média R$ 100,00 e é trabalho do famoso enólogo português Rui Reguinga.

 

No Dia da Mulher, o Deusa do Ar para brindar

Posted in Americanos on 07/03/2014 by André Muricy

20140307-222630.jpg

“A Deusa do Ar gentilmente guia a brisa das montanhas para suas uvas, ajudando a fazer vinhos com sabor e alma. Quando você saboreia os aromas de frutas exuberantes e carvalho cremoso, levante uma taça de Cabernet Sauvignon Five Rivers para A Deusa do Air. Ela é um símbolo de esperança e inspiração, falando a sua história através de cada garrafa. Para inspirar esperança aos outros, Five Rivers acredita dar de volta um modo de vida e tem orgulho de apoiar causas que são de suma importância para as mulheres“.

Especialmente hoje, em homenagem ao Dia da Mulher, gostaria de propor um brinde com o excelente Five Rivers, feito com uvas Cabernet Sauvignon, safra 2009. Com 13,5% de álcool, ele não apresenta aquele gosto amargo da Cabernet, até porque é jovem e produzido entre cinco rios da região costeira do Estado americano. Simples e barato, o Five Rivers vem de uma vinícola pequena, onde tudo é feito com muito apreço. Além do sabor, o rótulo traz uma mensagem bem legal e que tudo a ver com o poder feminino, aquele que manda no mundo. Acima, transcrevo o verso do rótulo, em livre tradução.

20140307-222653.jpg

La Chamiza, simples e delicioso

Posted in Argentinos with tags , , , , on 13/12/2013 by André Muricy

Mendoza, na Argentina, é uma região famosa por apresentar boas características para a produção de famosos vinhos. É de lá que vem o simpático La Chamiza Polo Amateur. Feito com uvas Chardonnay ele é muito refrescante e possui um sabor cítrico singular. Jovem, com 13% de álcool e ao custo de R$ 25,00, ele se mostra ideal para uma reunião com amigos, onde precisamos de várias garrafas.

20131213-210627.jpg

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.